• Alessandro Pacco

O que é Aço Inoxidável - Parte 01

O Aço Inoxidável é uma liga de Ferro (Fe), Carbono (C) e Cromo (Cr). O Cromo é considerado o elemento mais importante nessa liga, com um mínimo de 16%, porque é o que dá ao aço uma elevada resistência à corrosão. Quando o Cromo entra em contato com o oxigênio, forma uma película protetora sobre a superfície do aço, tornando-o impermeável. A adição do Níquel (Ni) ao aço inoxidável, lhe confere a ductilidade, ou seja, permite que seja trabalhado em sua superfície, além de resistência a altas temperaturas e soldabilidade, melhorando sua resistência geral.


A denominação “Aço Inoxidável” sugere que o material não sofra nenhum tipo de corrosão e que seja resistente a todos os meios, por isso a necessidade de se fazer uma correta especificação beneficiando-se das inúmeras vantagens que ele nos concede pois na verdade, não existe material imune à corrosão para todo e qualquer ambiente.


O aço inoxidável pode ser agrupado em 3 classes conforme sua estrutura: Austeníticos, Ferríticos e Martensíticos, mas irei explicar isso mais tarde.



As Principais Ligas de Aço Inoxidável

O Aço Inoxidável 304 (ou AISI 304 onde “AISI” significa American Iron and Steel Institute) é o tipo de aço inox mais comum e utilizado em praticamente todas as áreas desde utensílios de cozinha como em hospitais, linhas industriais alimentícias, farmacêutica, de bebidas, químicas e petroquímicas.


Sua liga contém alto teor de Níquel (Ni), entre 8 e 10,5%, e uma alta quantidade de Cromo (Cr), aproximadamente 16 a 20%. Outros elementos principais de liga incluem Manganês (Mn), Silício (Si) e Carbono (C). O restante da composição química é principalmente ferro.


O Aço Inoxidável 316 (AISI 316), por possuir uma quantidade significativa de Molibdênio (Mo) em sua composição, entre 2 e 3%, garante maior resistência à corrosão.


Já as ligas 304L ou 316L são versões desses mesmos aços (304/ 316) com menor teor de Carbono (C) e sua composição química.


Os aços 304 e 316, e 304L e 316L fazem parte da classe Austenítico, caracterizada pelo amplo número de ligas e aplicações de seus tipos.


É muito importante ficar atento com as normas e certificações utilizadas na sua fabricação.

Microestruturas de (a) 304L SS e (b) 316L SS revelando características de grãos poligonais após o tratamento de recozimento em solução.



Características e Composição Química

- AISI 304/304L

Possuí boa resistência a diferentes atmosferas, porém não são muito resistentes a alguns tipos de ácidos, principalmente o Ácido Clorídrico (HCl).


- AISI 316/316L

Possuí alta resistência à corrosão, indicada para uso com ácidos fortes e soluções salinas devido a adição de elementos nobres como Molibdênio e maior concentração de Níquel e Cromo em sua liga, o que traz um custo maior, tornando esta liga a mais indicada em usos mais específicos

OBS.: Note que, além da diferença do teor de carbono, as faixas de composição química dos demais elementos são essencialmente as mesmas.



Na próxima publicação falaremos das diferentes classes estruturais do Aço Inoxidável.

Até lá!!